Os drones têm vindo a ganhar grande importância em várias indústrias, graças às suas funcionalidades que permitem uma maior eficiência.

Enquanto estes equipamentos já se apresentam como uma estratégia futura para alguns sectores, os drones comerciais estão prontos para actuar na área dos transportes e logística, através da inteligência que fornecem.

Embora a comunicação e partilha de informações entre trabalhadores, em tempo real, seja essencial para o sucesso organizacional, os processos manuais de recolha de dados através do inventário constituem o motivo pelo qual este sector continua a sofrer processos ineficientes, dispendiosos, inseguros e pouco fiáveis.

Ao substituir os processos manuais pela tecnologia do drone, impulsionada por dispositivos móveis, as empresas podem expandir as capacidades de comunicação e partilha de dados com os funcionários, em tempo real, de forma a melhorar a produtividade.

Existem algumas vantagens que estes aparelhos proporcionam à área dos transportes e logística. Uma delas é a optimização da produtividade do trabalhador e a rentabilidade do negócio.

Neste sector, a premissa mais importante é a eficiência. Contudo, numa indústria de ritmo acelerado, que depende dos esforços da recolha de dados, existem muitos métodos manuais de recolha de informação que originam atrasos na produção e no lucro. Assim, cria-se uma necessidade de adoptar uma solução que melhore as operações. Por esse motivo, e devido à grande capacidade de captura de dados, os drones estão a ser implementados de modo crescente.

Ao associar o poder da tecnologia do drone a aplicações para dispositivos móveis, a identificação de stock pode ser concluída por um operador, de forma rápida e eficiente. Utilizando um tablet, pode-se planear o voo do aparelho para recolher os dados de cada palete através dos leitores RFID (identificação por radiofrequência) e da leitura de códigos de barras. Após este processo, o drone e o dispositivo móvel enviam as informações para o sistema de gestão de armazéns da empresa.

A outra vantagem passa pela confiabilidade e funcionalidade operacional. Os trabalhadores da área da logística e transportes estão sujeitos a diversos riscos e expostos a circunstâncias que exigem um grande esforço físico.

Devido a condições ambientais variáveis e a riscos de segurança no local de trabalho, as empresas devem ter em consideração a forma como equipam os funcionários com as ferramentas necessárias para deterem o controlo da sua função, tendo sempre em conta a segurança dos mesmos.

Ao implementar drones em toda a força de trabalho, as empresas podem maximizar as capacidades do capital humano e providenciar ferramentas e aplicações necessárias para realizar as tarefas com eficiência.

No centro de distribuição ou no warehouse yard, tanto gerentes como motoristas querem saber onde se encontram todos os produtos em tempo real.

De forma a gerir reboques, camiões, tractores, contentores e equipamentos, este aparelho pode planear a inspecção do armazém, recolher o inventário e partilhar os dados com o Yard Management System da organização. Este factor não só informa os gerentes em tempo real, como permite com que as equipas mantenham as operações mesmo quando ocorrem interrupções.

Como os drones têm a capacidade de inspeccionar grandes altitudes e locais de difícil acesso, podem monitorizar e localizar o produto ou veículo específico que causa o problema e por sua vez, notificar as equipas por meio de dispositivos móveis para corrigir o ponto de interrupção.

Tendo em conta que a comunicação em tempo real é o principal benefício da utilização dos drones, é importante que estejam ligados a dispositivos móveis robustos, de forma a que os funcionários detenham o controlo da situação.

Os benefícios operacionais da implementação da tecnologia de drones são infinitos e podem dar um contributo positivo para o sector dos transportes e logística, não sendo de estranhar o espaço que, gradualmente, estão a ocupar.

Share This

Partilhar este artigo