A multinacional galega Inditex revelou, aquando da apresentação de resultados anuais, que Portugal é um parceiro estratégico para a gigante do têxtil, que ultrapassou pela primeira vez a marca dos 26 mil milhões de euros em vendas anuais.

Segundo o CEO da empresa, Pablo Isla, Portugal em 2017 tinha um peso de 20% para o aprovisionamento do grupo, e que se manteve inalterado também no ano passado: “em termos de produção não há uma variação significativa no peso dos fornecedores de Portugal. Portugal é um dos nossos mercado-chave em termos de produção e fornecimento e vai continuar a ser no futuro”. O empresário revela ainda que no ano passado muitos fornecedores portugueses aumentaram as suas vendas para o grupo Inditex.

Para a Inditex, a produção de proximidade em Portugal, Espanha e Marrocos é “importantíssima para a essência do negócio e para a qualidade da confecção”, e o fornecimento português assume um papel-chave para o grupo.

“Os nossos investimentos em logística e nas lojas para alavancar a plataforma integrada, assim como a continuação do nosso foco em localizações de excelência, permitiram à Inditex oferecer aos consumidores uma posição consistente e atractiva em todo o mundo, em todas as nossas marcas e canais”, releva Pablo Isla.

Share This

Partilhar este artigo