A grande multinacional Inditex criou um sistema para abastecer tanto lojas como clientes que tenham adquirido um artigo online, de modo a reduzir custos e aumentar a rentabilidade, que vinha a descer desde 2012. A empresa colocou em marcha um projecto de recepção e troca de artigos onde os clientes se podem dirigir directamente, sendo um intermediário entre a loja e a casa do cliente.

A ideia consiste num único armazém que pode abastecer tanto as lojas de rua ou o shopping, como os clientes que tenham adquirido o artigo online. Segundo dados da empresa, uma parte significativa dos clientes fazem as suas compras online e 60% das devoluções ou trocas de produtos comprados na internet mais tarde se acumulam num estabelecimento físico.

Neste sentido, a Inditex tem vindo a reforçar a sua estratégia omnicanal nos últimos meses, e criou um posto de entrega automática numa loja de Marineda, na Corunha, no qual os clientes poderão recolher pedidos feitos através da internet sem terem de esperar que eles lhes sejam entregues, com uma capacidade para até cerca de 700 embalagens. Com isto, a empresa procura desenvolver uma relação mais directa entre as lojas físicas e online.

Segundo o Presidente do grupo Inditex, Pablo Isla, trata-se de procurar uma gestão “cada vez mais integral do negócio online” para que consigam melhorar os prazos de entrega dos produtos. Por isso, no final de Janeiro deste ano, o expoente máximo da companhia, a Zara, apresentou no centro comercial Westfield em Stratford, Londres, a primeira loja do mundo que tem como finalidade realizar e recolher encomendas online, além de tratar do processamento de trocas ou devoluções.

Esta loja será temporária e vai permanecer aberta até à reabertura da loja principal, em Maio, nesse mesmo centro comercial, que está temporariamente encerrada, de modo a duplicar a sua superfície comercial para até 4.500m2, com um conceito completamente novo.

De acordo com a Inditex, nesta loja os funcionários encontram-se acompanhados por tablets e dispositivos móveis e ajudam os consumidores, e estes poderão optar por uma opção de entregas rápidas e, assim sendo, a entrega poderá chegar em apenas algumas horas, caso o pedido seja feito até às 14h, ou no dia seguinte, caso a encomenda seja feita após esse horário. Trata-se de um rápido sistema de apoio ao cliente, em que, segundo o grupo, não só torna a encomenda de produtos mais simples, mas “também se facilita o sistema de pagamento graças a um inovador sistema de telefones Bluetooth”.

O grupo tem mais de 7.500 lojas em quase uma centena de mercados por todo o mundo nas mais diversas empresas da área do têxteis, sendo que 45 delas têm loja online, e vai conseguindo ganhar um avanço face a grandes plataformas da internet, como a gigante Amazon.

Share This

Partilhar este artigo