A Bitcliq é uma start-up das Caldas da Rainha que faz a ligação das frotas de pesca, parceiros de logística e os clientes, retalhistas ou canal HORECA, conseguindo assim fazer a venda do peixe no momento em que este é pescado, ao registar o produto a bordo através de smartphones. Outra das vantagens é que, através do uso da tecnologia blockchain é possível fazer um rastreamento completo do produto, desde a primeira instância.

Graças a esta ideia inovadora, o projecto recebeu um financiamento de 600 mil euros por parte da Indico, uma sociedade de capital de risco, de modo a “concluir a implementação do primeiro marketplace global de peixe baseado em blockchain”, segundo um comunicado. Esta aposta na rastreabilidade vem promover a sustentabilidade dos ecossistemas, sendo cada vez mais importante para garantir a qualidade e segurança dos produtos.

“A Bitcliq é um exemplo de perseverança e de visão global. Não só estão a aumentar a eficiência do mercado, mas também a contribuir para a sustentabilidade das economias alimentar e dos oceanos. Estamos muito entusiasmados por os apoiar”, conta Ricardo Torgal, General Partners na Indico Capital.

A empresa caldense tem vindo a desenvolver diversos projectos na área da eficiência operacional e de armazenagem de dados em cloud, com frotas pesqueiras de África, Ásia e Europa, aperfeiçoando a sua oferta, e tendo conquistado diversos prémios nacionais e internacionais.

Numa entrevista ao Dinheiro Vivo datada de 2018, Pedro Manuel, fundador e CEO da Bitcliq, contava que “começámos como uma empresa de desenvolvimento de soluções tecnológicas na área do business intelligence, inteligência artificial e aplicação de novas tecnologias para a área industrial”. Hoje, Pedro comenta que este investimento “traz consigo uma enorme experiência dos partners em escalar marketplaces globalmente, pelo que temos muito prazer em tê-los a bordo – literalmente!”.

O Marketplace piloto está ainda a decorrer, numa parceria com a empresa estatal grossista Docapesca, entidade que garante a qualidade de todo o peixe vendido em território nacional, e com outras entidades oficiais e parceiros.

Share This

Partilhar este artigo