A Baleària estreou o primeiro ferry movido a gás natural liquefeito (GNL), na rota Barcelona-Palma de Maiorca. A navegação Hypatia de Alejandría mede 186,5 metros de comprimento e tem capacidade para 880 pessoas, 2194 metros lineares de carga e 166 veículos.

Para além deste, existe outro navio idêntico, o Marie Curie, criado pela companhia de navegação espanhola. Ambas as embarcações integram motores duais de GNL e combustível “normal”, com uma potência 20 600 KW. A Baleària investiu 200 milhões de euros na construção dos ferries.

Há oito anos que a operadora espanhola se comprometeu com o GNL, esperando, nos próximos três anos, que, pelo menos, metade da sua frota de ferries seja movida a este tipo de combustível. Ambiciona, num prazo de uma década, integrar toda a rota com gás natural liquefeito.

Actualmente, a Baleària está a construir o Eleanor Roosevelt, o primeiro fast ferry do mundo para passageiros e mercadorias com motores bi-fuel a GNL, garante a companhia.

Share This

Partilhar este artigo